Maestro – André Ribeiro


Iniciou os estudos musicais de Trompete na Escola de Música do Centro Social de Milheirós de Poiares, prosseguindo no Conservatório de Música de Fornos, com os professores Paulo Reis e Hernâni Petiz.

Frequentou Master Classes com os professores António Silva, Charles Schlueter; Fernando Ribeiro, Hakan Hardenberger, John Miller, Jorge Almeida, Luís Granjo, Manuel Luís Azevedo, Pierre Dutot, Rex Richardson, Thierry Amiout, Tonico Cardoso e Vasco Faria.

Durante a formação académica, participou em várias orquestras, tais como, Orquestra de Jovens de Santa Maria da Feira, Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra de Sopros do Piaget, Orquestra Sinfónica do Piaget, Orquestra Clássica de Fornos e Orquestra Juvenil de Fajões.

Teve a oportunidade de trabalhar com os maestros Alberto Roque, António Moreira Jorge, António Vassalo Lourenço, Bruno Costa, Carlos Marques, Christopher Bochman, Délio Gonçalves, Hélder Tavares, J. Ignácio Petit, Jan Cober, Osvaldo Ferreira, Paulo Martins e Teodoro Aparícian.

Em 2006, obteve o 3.º lugar (escalão Sénior), no Concurso de Música Terras de La Salette, em Oliveira de Azeméis.

Com os Trumpet Mates Gang, teve a oportunidade de tocar com grandes nomes da Trompete, tais como, Jorge Almeida, Rex Richardson e Rubén Simeó. Em 2012, com este grupo participou e atuou na maior conferência de Trompete, organizada pela International Trumpet Guild, em Colombus – Geórgia (E.U.A.).

É músico associado do projeto Música Portuguesa – FADO, onde teve a oportunidade de tocar a solo, juntamente com o trompetista Jorge Almeida.

É mestre em Ensino de Música, na Área de Especialização – Instrumento nos grupos de recrutamento M21 (Trompete) e M32 (Música de Câmara), pela Universidade de Aveiro.

Atualmente leciona no Conservatório de Música e Dança de Bragança, na Escola de Música São Teotónio (Coimbra) e na Escola de Música da Banda Musical de Fajões. E, desde 2014, é Maestro da Orquestra Juvenil de Fajões.