Após uma interrupção de mais de 10 anos a Escola de Música da Banda Musical São Martinho de Fajões reiniciou a sua atividade em 1999 e tem desenvolvido, nesta última década, enquanto plataforma de divulgação da cultura musical, um serviço meritório e digno de registo.

A razão primordial da sua existência assenta na convicção de que o ensino da música tem um papel preponderante no desenvolvimento harmonioso de qualquer criança ou jovem, sendo, efetivamente, estes os jovens que proporcionam suporte à Banda Musical São Martinho de Fajões.

Desde a sua fundação a escola de música apresenta dois objetivos bem definidos. Se por um lado é elemento fundamental alargar o ensino da música a um número crescente de jovens, constitui-se, por outro lado, de elevada importância, o crescimento sustentado do nível artístico, proporcionando, aos alunos, mais e melhores condições de ensino.

Para além dos que se encontram em formação musical, no ano 2010/2011 ultrapassou-se, pela primeira vez a barreira dos músicos em aprendizagem já com instrumento.

O corpo docente é constituído por professores devidamente habilitados e com perfil pessoal e profissional adequado a um modus operandi que aposta na relação interpessoal dos elementos da comunidade educativa. Para as avaliações de transição de grau são convidados professores que se encontram a lecionar nos conservatórios e escolas de música da nossa periferia tais como São João da Madeira, Fornos-Santa Maria da Feira, Vale de Cambra, entre outros.

Na escola são lecionados os seguintes instrumentos: bombardino, clarinete, flauta transversal, percussão, saxofone, trombone, trompa e trompete, bem como as disciplinas de Iniciação/Formação Musical, Música de Câmara e Orquestra de Sopros.

Atualmente a escola conta com mais de 100 alunos, procurando contribuir para o enriquecimento cultural de Fajões e das freguesias limítrofes.