Foi em 2001 que o dinamismo da Escola de Música desafiou e deu origem ao aparecimento da Orquestra Juvenil de Fajões.

Inicialmente, esta orquestra, dirigida pelo Maestro Américo Nunes, era meramente constituída por músicos provenientes da escola, realizando apenas concertos no final dos períodos letivos da mesma.

Posteriormente, já sob a direção do Maestro Bruno Costa, a orquestra sofreu um processo de regeneração que lhe infligiu elevada qualidade artística e técnica. Embora sempre sublinhando a importância incontornável do contexto de ensaios para o desenvolvimento das competências musicais dos alunos, acreditou-se que o desenvolvimento integral dos mesmos não se extinguia apenas dentro da sala de aula, antes pelo contrário, necessitava de uma continuada vivência musical para se expandir e desenvolver de forma plena.

Neste sentido, foi realizado, em agosto de 2004, o primeiro Estágio de Verão desta orquestra. Esta atividade extracurricular permitiu, por um lado, o reforço das aprendizagens, assim como uma melhoria na capacidade de relacionamento interpessoal do grupo. No final deste estágio a orquestra realizou um concerto final e os resultados foram notoriamente positivos.

Entretanto o projeto foi evoluindo tomando outras dimensões. A orquestra passou a ser constituída por músicos representantes também de outras bandas e o seu nível artístico continuou a crescer, assim como o seu reconhecimento. Esta orquestra passou a ser solicitada para atuar em diversas localidades do país e até mesmo internacionalmente.

Foi em 2005 que se deu um marco importante para a história desta coletividade e da orquestra, ocorrendo a sua 1ª Internacionalização à cidade de Lucé (França). Neste mesmo ano, a Orquestra gravou o seu primeiro trabalho discográfico, intitulado por “Sétima Arte”, seguindo-se de outros 2CD, apelidados por “Dance with me” em 2008, e “Luzes, Câmara, Há Som” em 2009.

Em consequência do que é ciclo normal na vida – as idades não perdoam e os jovens procuram o seu futuro – foi em 2009 que se deu uma reestruturação do elenco da referida orquestra, sendo esta meramente constituída por músicos provenientes da escola de música, e dirigida, na atualidade, pelo Maestro André Ribeiro.

11535917_707571376055812_4078644186463098681_n